english

pagina inicial  avaliação via aérea  algoritmo VAD  anatomia  laringoscopia - posicionamento  intubação traqueal

 guia "Bougie" Máscara Laríngea fibroscopia VJTT  cricotireoidostomia  casos clínicos    biblioteca virtual    

  links interessantes   fale conosco

 

 

 

 

  

Definição Via Aérea Difícil  

Situação clínica na qual profissional treinado tenha dificuldade em intubar um paciente, manter ventilação manual sob máscara facial, ou ambos.

 

Ventilação sob máscara difícil  1

- quando não é possível - para apenas um operador - manter a SpO2 acima de 90%,

usando FiO2 de 1, em paciente cuja saturação era normal antes da indução anestésica.

 

Ventilação sob máscara difícil  2

- impossibilidade de apenas um operador evitar o surgimento ou reverter sinais como:

cianose, ausência de CO2 exalado, ausência de expansibilidade torácica

ou distensão gástrica durante ventilação com pressão positiva.

 

Definição Intubação Difícil

- a intubação é definida como “difícil” quando há a necessidade de mais de 3 tentativas

ou duração superior a 10 minutos para o correto posicionamento do tubo traqueal,

utilizando-se de laringoscopia convencional.

 

A tentativa ótima de laringoscopia
deve ser buscada o mais precocemente possível

múltiplas tentativas podem levar a edema e sangramento laríngeo;

resultando em dificuldade ou mesmo impossibilidade de ventilação.

   

    A tentativa ótima de laringoscopia requer: