página inicial

 

definição VAD

 

avaliação via aérea

 

algoritmo VAD

 

anatomia

 

posição ideal para laringoscopia

 

intubação traqueal

 

fibroscopia

 

máscara laríngea

 

combitube

 

VJTT

 

cricotireoidostomia

 

casos clínicos

 

links

 

biblioteca virtual

 

fale conosco

 

Empresas amigas:

 

 

 

 


 

 
 

  

    

1. Língua 
2. Orofaringe 
3. Laringe 
4. Glote 
5. Cordas Vocais 
6. Cartilagem Tireóide 
7. Cartilagem Cricóide
8. Traquéia 
9. Esôfago

 

 

 

 

 

        Vista lateral das vias aéreas superiores: 

         1- corneto superior; 2- corneto médio; 

         3- corneto inferior; 4-palato duro; 

         5-palato mole; 6-cavidade oral; 

         7-língua; 8-úvula; 9-nasofaringe; 

         10-orofaringe; 11-adenóide.

 

   

 

Laringe:

se caracteriza por ser um arcabouço tubular constituído de cartilagens, músculos

e ligamentos, com as funções de respiração, fonação e proteção das vias aéreas;

no homem, a laringe tem cerca de 5cm de comprimento, sendo um pouco menor na mulher.

Se estende da epiglote (C4) até a borda inferior da cartilagem cricóide (começo da traquéia).

Cartilagens, ligamentos e músculos da laringe.

topo da página

Cartilagem Tireóide:

é a maior das cartilagens laríngeas, situando-se acima da cricóide e ligada a esta pelo ligamento cricotireoidiano;

constituída por duas placas quadradas fundidas anteriormente na linha média, com sua borda superior projetando-se para fora numa proeminência conhecida como "Pomo de Adão";

no seu interior, situam-se as cordas vocais.

 

 

 

Cartilagem tireóide, frente e perfil.

 

 

 

 

 

Cordas vocais localizadas no espaço interior da cartilagem tireóide.

 

 topo da página

 

Cartilagem Cricóide: - Localizada no início da traquéia, tem formato de anel.

na criança até 9 anos possui forma circular, sendo nesta faixa etária a parte mais estreita da laringe;

no adulto, ao contrário, assume aparência oval, e a parte mais estreita passa a ser o espaço entre as cordas vocais (glote).

 

 

 

 

 

 

 

 

Cartilagem tireóide, ligamento cricotireóideo e

cartilagem cricóide.

 

   

 

 

 

 

 

Epiglote:

fibrocartilagem em forma de "U" situada na entrada da laringe, conectada anteriormente por ligamentos ao osso hióide; sua borda livre se projeta em direção à faringe.

a epiglote não tem significado funcional e sua ausência não altera os mecanismos de proteção da laringe. 

 

Posição da epiglote e demais cartilagens na laringe.

 

   

Cordas Vocais:

as cordas vocais (Figura 8) são constituídas por duas pregas músculo-membranosas que à laringoscopia direta tem aspecto de um triângulo com ápice inserido na parede anterior da cartilagem tireóide, e sua base, posteriormente nas cartilagens aritenóides ("V" invertido);

0 espaço entre as cordas vocais verdadeiras denomina-se "glote", que no adulto é o ponto mais estreito da laringe.

 

 

topo da página  

 

Inervação

 

A laringe é inervada por dois ramos do vago:

    1) n. laringeo superior:

    - r.interno: "sensitivo" 1/3 superior e médio da laringe;

    - r.externo: "motor" músculo cricotiroidiano;

       2) n. laringeo inferior (recorrente):

    - "sensitivo" (1/3 inferior da laringe);

    - "motor" todos os músculos, com exceção do cricotireoidiano

Esquema da Inervação da laringe.

 

   

 

   

Traquéia:

a traquéia é continuação da laringe, na forma de um tubo membranoso com aproximadamente 1,5 cm de diâmetro por 10 a 12 cm de comprimento;

Tem início em C6 abaixo da cartilagem cricóide e termina bifurcando-se na carina, a nível de T5 no 2º espaço intercostal (ângulo de Louis);

suas paredes são reforçadas por cerca de 16 a 20 anéis cartilaginosos incompletos, empilhados uns sobre os outros e ligados por tecido conjuntivo.

 

Carina: ou crista antero-posterior, ou esporão sagital. É o ponto onde a traquéia termina e também, o mais sensível a estímulos.

 

Principais medidas da traquéia e dos brônquios

 

topo da página

página inicial