definição VAD  avaliação via aérea  algoritmo VAD  anatomia  laringoscopia - posicionamento  intubação traqueal

guia "Bougie" Máscara Laríngea fibroscopia VJTT cricotireoidostomia casos clínicos biblioteca virtual 

links interessantes   fale conosco                 

NOSSO OBJETIVO: 

Divulgação e atualização na abordagem da via aérea difícil

O manuseio inadequado da via aérea é a causa mais freqüente

de complicações relacionadas à anestesia1,2.

 

1. Caplan RA, Posner KL, Ward RJ  et al - Adverse respiratory events in Anesthesia: a closed claims analysis.

Anesthesiology, 1990; 72(5):828-833. 

 

2. Difficult Airway Algorithm. Practice Guidelines. Anesthesiology 2013; 18:XX-XX    saiba mais

 

As orientações publicadas pela ASA (Sociedade Americana de Anestesiologia) e pela DAS (Difficult Airway Society) apresentadas neste website, não tem por objetivo se tornarem padrões de condutas e sim orientações para facilitar a manipulação das vias aéreas e reduzir a ocorrência de eventos adversos.

topo da página 

 

       Cartilha CFM orienta médicos para situações de emergência durante voos

cartilha CFM

            ...se houver algum médico no avião por favor se identifique!
Entre os problemas de saúde mais frequentes em voos estão desmaios,
sintomas respiratórios e cardíacos, convulsões, náuseas, vômitos e reações alérgicas.
As ocorrências médicas a bordo são decorrentes de estresses fisiológicos
relacionados à altitude, e podem agravar-se com doenças preexistentes dos passageiros.

CFM - MEDICINA AEROESPACIAL
ORIENTAÇÕES GERAIS PARA MÉDICOS A BORDO
           saiba mais

 

aero9

 

Empresas amigas:

 

  
 

                                                                                                                             atualizada em 22/maio/2018